SOBRE

Casa da Cultura de Paraty 2019

Localizada no Centro Histórico em casarão datado de 1754 a uma quadra da Praça da Matriz, a Casa da Cultura de Paraty é o principal equipamento cultural público da cidade, vinculado à Secretaria de Cultura. Instituída em 1990 pela Prefeitura, em seus 30 anos de atuação a Casa sempre teve como foco prioritário a valorização e fomento do patrimônio e diversidade cultural de Paraty, tendo sido inteiramente restaurada e reformada em 2004 pela Fundação Roberto Marinho em parceria com a Prefeitura de Paraty, e adquirindo especial dinamismo de 2014 em diante, a partir de sua revitalização por intermédio de uma parceria entre  Fundação Roberto Marinho e a Associação Paraty Cultural, que é a organização da sociedade civil encarregada de sua gestão.

A Associação Paraty Cultural, concebeu e implantou uma ampla e contínua programação em três eixos – Patrimônio Cultural, Artes Visuais e Música – de 2014 a 2020, foram realizadas cerca de 150 exposições individuais e coletivas de artistas paratienses e vinculados à cidade e de temas relevantes do patrimônio cultural, mais de 150 apresentações musicais (na série Quinta Justa voltada aos músicos de Paraty e no festival de música de 

câmara e instrumental Estações Musicais), e uma série de visitas guiadas, oficinas e cursos regulares de temas do patrimônio cultural, de artes visuais e do Programa de Educação Musical, com uma média de 400 alunos por ano na Casa, e chegando a atingir mais de 1000 em atividades extra muros em escolas da rede pública e outras instituições. A essa programação própria acrescentaram-se ainda as promovidas pelos principais eventos do Calendário Cultural da Cidade (FLIP, cabendo lembrar que foi inteiramente na Casa a sua primeira edição em 2003; Paraty em Foco; Encontro de Ceramistas; MIMO, etc.).

Com a inscrição de Paraty na lista do Patrimônio Mundial da UNESCO como Sítio Misto, Cultura & Biodiversidade, afigurou-se essencial rever essa experiência e reposicionar a Casa da Cultura de Paraty, tendo em vista uma ênfase ainda maior na salvaguarda e promoção do patrimônio, com especial atenção ao cultural imaterial.

 

Assim, em 2021 parte de seus espaços estão sendo reconfigurados, e um programa de atuação especificamente voltada para este fim está sendo implementado, em três eixos: o mapeamento e inventário do patrimônio imaterial e sua difusão por meio da construção de uma plataforma digital; um ciclo de formação para a compreensão e interpretação do patrimônio natural e cultural; e um ciclo de qualificação profissional entendendo o patrimônio imaterial também em sua dimensão de economia criativa e promovendo a sua sustentabilidade.

A Casa da Cultura de Paraty recebe patrocínio do Instituto Cultural Vale através da lei Rouanet de incentivo à cultura, do Ministério do Turismo, do governo federal; com o apoio do Grupo Águas do Brasil; e ainda conta com a parceria institucional da Prefeitura de Paraty, da Secretaria Municipal de Cultura e da Fundação Roberto Marinho.

Foto: Leonardo Assis / Divulgação Casa da Cultura 2019