MEMÓRIAS - Acervo da Casa

As fotografias têm o poder de trazer memórias de momentos que, por vezes, não vivenciamos. Um desejo de experimentar outros tempos, dos quais ouvimos histórias contadas repetidas vezes por nossos pais e avós. Como seria viver em uma Paraty “rural”? Passar a infância a se banhar no rio “Perequê Açu” de outrora? Ou ver as partidas e chegadas das canoas, com redes fartas de peixes no cais? 

Nestas fotos antigas de Paraty, que datam das décadas de 1930/50, pode-se observar grandes mudanças nos lugares que são habituais do dia a dia paratiense: o cais, a avenida principal (Roberto Silveira), a ponte do pontal.


Alguns locais e construções encontravam-se em ruínas, outros sofreram notáveis alterações, no entanto, estes espaços permanecem em nosso imaginário, com o significado permeado de afeto, despertando curiosidade e a vontade de ouvir novamente os velhos causos, que um dia nós viremos a contar.


Texto: Tayná Padua

Foto: Leonardo Assis


Abertura: 27 de novembro de 2018

Encerramento: 06 de janeiro de 2019

Espaço do Café


#VemPraCasadaCultura #fotografia #paraty #CulturaParaty#ParatyCultural #Arte #FundacaoRobertoMarinho #GrupoÁguasdoBrasil#Culturasefazjunto #CompartilheCultura

28 visualizações